Desvendando as curiosidades da Mona Lisa

Desvendando as curiosidades da Mona Lisa

A Mona Lisa é uma das pinturas mais famosas e reconhecidas do mundo. Pintado pelo mestre do Renascimento italiano, Leonardo da Vinci, cativou o público durante séculos. Mas você sabia que existem alguns fatos interessantes e menos conhecidos sobre a Mona Lisa? Continue lendo para saber cinco curiosidades que você provavelmente não sabia sobre esta obra de arte icônica.

 

A Mona Lisa foi roubada em 1911

A Mona Lisa, uma das pinturas mais reconhecidas e valiosas do mundo, foi roubada em 21 de agosto de 1911. O ladrão, Vincenzo Peruggia, entrou sorrateiramente no Louvre, escondeu-se em um armário de vassouras durante a noite e saiu com a pintura escondida sob seu casaco. Ele então o manteve em seu apartamento por dois anos até ser pego.

O roubo causou um grande rebuliço, com pessoas de todo o mundo procurando a pintura e as autoridades oferecendo recompensas por sua devolução segura. Eventualmente, Peruggia foi pego tentando vender a pintura em Florença e a Mona Lisa foi recuperada.

Embora a pintura em si tenha ficado ilesa, seu misterioso desaparecimento e reaparecimento se tornaram parte da lenda da Mona Lisa. O incidente apareceu até em filmes e romances, e ainda hoje é falado.

 

A Mona Lisa é um retrato de Lisa Gherardini

A Mona Lisa é uma pintura icônica do mestre italiano Leonardo da Vinci. Acredita-se que a pintura seja um retrato de Lisa Gherardini, esposa de Francesco del Giocondo, e acredita-se que tenha sido pintada entre 1503 e 1517.

Embora não haja documentação direta de que Gherardini foi de fato o tema da pintura, a identidade da mulher na pintura é uma das teorias mais aceitas. Gherardini viveu perto de Florença durante o tempo em que Da Vinci estava trabalhando em suas obras-primas e os registros indicam que ela e seu marido encomendaram um retrato dele.

Além da evidência circunstancial que liga Gherardini à Mona Lisa, existem algumas características físicas na pintura que contribuem para a teoria. Gherardini tinha cabelos escuros, que podem ser vistos na pintura, e sua assinatura foi encontrada em um documento datado de maio de 1503, que está relacionado ao período em que Da Vinci teria pintado a Mona Lisa.

Embora nunca possamos saber ao certo quem é a mulher misteriosa na Mona Lisa, é amplamente aceito que é de fato um retrato de Lisa Gherardini, tornando-a um dos rostos mais famosos da história da arte.

 

O nome Mona Lisa é um jogo de palavras

Mona é um termo italiano carinhoso que se traduz em “minha senhora” e Lisa é um nome italiano comum. Quando combinados, Mona Lisa significa “My Lady Lisa”. Em italiano, a pintura às vezes é chamada de “La Gioconda”, que vem da versão italiana do sobrenome de casada de Gherardini. Outro significado possível do título é “uma senhora que sorri”.

A Mona Lisa tem sido uma fonte de fascínio e mistério por séculos. A beleza cativante e o sorriso enigmático inspiraram uma variedade de teorias sobre suas origens, incluindo a possibilidade de ser um autorretrato de Leonardo da Vinci. Embora a pintura tenha 500 anos, ela continua a capturar a imaginação de pessoas ao redor do mundo e é considerada uma das pinturas mais icônicas da história.

 

A Mona Lisa é a pintura mais cara já vendida

A Mona Lisa, pintada pelo mestre Leonardo da Vinci no início do século XVI, é a pintura mais cara já vendida. Na verdade, ele estabeleceu um recorde quando foi vendido em leilão em 2017 por surpreendentes US$ 450 milhões.

A pintura foi originalmente comprada pelo rei Francisco I da França, que pagou 4.000 ecus (cerca de US$ 600.000 hoje) por ela. Esse preço de compra inicial certamente foi alto para a época, mas o valor da pintura aumentou significativamente desde então. Tem sido uma das obras de arte mais procuradas do mundo e foi recentemente vendida pelo preço mais alto da história.

A jornada da pintura ao longo dos anos foi fascinante. Em 1911, a Mona Lisa foi notoriamente roubada do Museu do Louvre e recuperada dois anos depois. Seu valor continuou a aumentar devido ao seu status icônico e porque é universalmente considerado uma das maiores obras de arte de todos os tempos.

Quando foi vendido em leilão, foi comprado por um licitante anônimo que ainda não revelou sua identidade. A nova casa da pintura é desconhecida, mas onde quer que esteja localizada, esta incrível obra de arte, sem dúvida, permanecerá tão valiosa como sempre.

 

A Mona Lisa é exibida atrás de um vidro à prova de balas

A Mona Lisa é talvez a pintura mais famosa do mundo e, como tal, possui várias medidas de segurança para protegê-la. A Mona Lisa está alojada no Museu do Louvre em Paris, França, e é protegida por vidro à prova de balas. Essa medida de proteção foi adicionada depois que a pintura foi roubada em 1911. Acredita-se que o ladrão escondeu a pintura sob o casaco e saiu do museu com ela. A pintura foi recuperada dois anos depois e devolvida ao museu, mas esse incidente levou o museu a instalar um escudo à prova de balas sobre a pintura.

Hoje, os visitantes podem ver a pintura a poucos metros de distância, atrás de uma barreira protetora de vidro temperado à prova de balas. Embora os visitantes não possam mais tocar ou se aproximar da pintura, eles ainda podem apreciar sua beleza sem medo de danificá-la. Além disso, essa medida garante que a pintura permanecerá segura para as próximas gerações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go up